7 formas de aplicar a sustentabilidade na pequena empresa

A sustentabilidade começa a desenhar um padrão de funcionamento, plano estratégico e controle nas grandes empresas, nas multinacionais e até em algumas organizações de médio porte. Mas e as micro e pequenas empresas, também podem ser considerada sustentáveis? Onde mudar, trocar ou investir neste tema que tem tantas ações e projetos?

Em uma das pesquisas com este público, intitulada “O que pensam as micro e pequenas empresas sobre sustentabilidade”, o Sebrae mostra que o conhecimento sobre o tema sustentabilidade e meio ambiente é médio, ou seja, 65% do total de 3.912 entrevistados na pesquisa de 2012 disseram conhecer o assunto. Deste total somente 12% declararam entender muito e 25% entendem pouco. Porém, quando questionados sobre qual é o grau de importância que as empresas deveriam atribuir à questão do “meio ambiente”, 75,2% responderam que o tema deve ser de alto grau de importância. Então se o tema tem importância, como trazer o assunto para o dia a dia e modificar alguns “vícios” da gestão antiga?

A pesquisa do Sebrae mostra ainda que quase a metade dos entrevistados (46%) acha que a questão da sustentabilidade representa oportunidade de ganhos para a sua empresa, o que corrobora a necessidade de um entendimento maior sobre o tema. Mas, afinal, como podemos começar a ser mais sustentável na PME?

1. Reveja sua missão e valores para que também tenha os temas social e ambiental, além do financeiro. Tem que ser também o mantra da empresa.

2. Pesquise no seu mercado o que os seus concorrentes estão fazendo. Se não estiverem fazendo nada, busque exemplos fora da sua cidade e fora do país.

3. Planeje as suas ações de melhoria podendo começar com os temas da água, resíduos, energia, gestão das pessoas, comunidade no entorno, entre outros.

4. Entenda como um diferencial competitivo cada ação que você fizer. Faça de verdade e divulgue.

5. Peça retorno e melhore o que você já implementou. Sempre existe a possibilidade da melhoria constante.

6. Insira os temas do desenvolvimento sustentável diretamente no seu produto ou serviço. Busque ajuda de especialistas ou comece a fazer analogias e associações para que os seus produtos e serviços estejam realmente a favor do meio ambiente e da sociedade.

7. Mensure sempre o impacto ambiental e social das suas operações, serviços e produtos. Quanto você está piorando o mundo? Quanto está fazendo mal para as pessoas?

Alguns exemplos podem ser encontrados no site do Centro Sebrae de Sustentabilidade, http://www.sustentabilidade.sebrae.com.br. Este espaço mostra diversas histórias de empreendimentos que foram concebidos ou adaptados para os temas e indicadores que buscam o desenvolvimento sustentável. Como o caso da JS Metalurgia, que reduziu 10% dos custos mensais da empresa, e aumentou 5% do faturamento com práticas sustentáveis, que ainda geram novos produtos.

Existem muitos exemplos, mas se inspirar e sair da inércia do nosso dia a dia para buscar uma real transformação é muito difícil para o ser humano em geral. Porém, estes empreendedores possuem muita energia e isso faz com que eles sejam diferenciados. Focando esta energia para uma atuação transformadora, já é um bom começo. Aceitando e trabalhando com a sustentabilidade como uma nova forma de desafio, é o caminho para a real transformação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *